Idades K-Ar de rochas alcalinas do Brasil meridional e Paraguai oriental: compilação e adaptação às novas constantes de decaimento

I. K Sonoki, G. M Garda

Resumo


Uma compilação de 295 dados geocronológicos de 52 ocorrências alcalinas do Brasil Meridional e Paraguai Oriental é apresentada. Estes dados, previamente publicados em sua quase totalidade, foram recalculados, utilizando-se as novas constantes de decaimento recomendadas por STEIGER & JAEGER (1977) para o método K-Ar. Indica-se, também, a estimativa do erro analítico da idade, determinada em função das condições experimentais (COX & DALRYMPLE 1967). O presente trabalho visa, especificamente, compatibilizar as idades publicadas anteriormente a 1977 com os dados mais recentes, permitindo, por exemplo, comparações entre idades de um mesmo maciço alcalino ou de maciços alcalinos vizinhos. Ao se calcular a idade K-Ar utilizando-se as constantes de STEIGER & JAEGER (op. cit.) ocorre um acréscimo de 2,1 a 2,4% no valor da idade calculada pelas constantes anteriores

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-8986.v19i0p63-85

Apontamentos

  • Não há apontamentos.