Estudo de potencialidade hídrica do aqüífero sedimentar da formação Azángaro na área de Ilave Puno - Peru

Uriel Duarte, Victoriano R. A Campos

Resumo


O presente trabalho mostra em seu conteúdo a potencialidade dos recursos hídricos subterrâneos nos depósitos lacustres da Formação Azángaro, localizada no Departamento de Puno - Peru. Regionalmente está inserida na Bacia do Lago Titicaca, situado a 3840 m de altitude. A pesquisa desenvolvida abrange uma extensão de 180 km2, cujo padrão geológico local caracteriza-se por apresentar uma superfície plana suavemente ondulada, contrastada por um conjunto de morros de formas alongadas, desenvolvida sobre formações sedimentares e vulcânicas - Cretácicas a Terciárias, de grande complexidade estrutural, relacionadas à evolução tectônica dos Andes peruanos. Hidrogeologicamente foram investigados os depósitos não consolidados da Formação Azángaro, que formam o sistema aqüífero, utilizando dados litológicos de 25 poços perfurados e 37 sondagens elétrico verticais, alem de testes hidrodinâmicos realizados. O espaço físico do reservatório, está constituído por três unidades faciológicas muito bem diferenciadas nos perfis geológicos. A camada intermediária constitui o aqüífero de interesse por sua geometria, definida nos SEV e espessura de 30 a 60 m, formada por areias e cascalhos. Esta camada possui um bom comportamento hidrodinâmico, cuja vazão específica apresenta-se entre 10 a 20 m3/h.m. As reservas permanentes de água subterrânea foram estimadas aproximadamente 5,00.10(6) m3 e uma reserva reguladora de 3,34.106 m3/ano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-8986.v29i0p71-96

Apontamentos

  • Não há apontamentos.