Estudo petrográfico preliminar dos troncos carbonificados da formação Itaquaquecetuba, São Paulo, SP

Mitsuru Arai

Resumo


Um fragmento de tronco carbonificado e lâminas carbonosas procedentes da localidade-tipo da Formação Itaquaquecetuba (Cenozóico, Bacia de São Paulo) foram submetidos a estudos de petrografia orgânica convencional, utilizando luz refletida e fluorescência. Sob luz refletida, as amostras evidenciaram o processo de gelificação que transformou o material lenhoso em huminita (precursor de vitrinita), cuja reflectância média está em torno de 0,15% Ro. Tal valor permite posicioná-la na categoria de turfa na escala do grau de carbonificação. Os fatos constatados levam a concluir que as camadas que contêm os troncos não estiveram em profundidade de soterramento significativamente maiores que as atuais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-8986.v17i0p99-104

Apontamentos

  • Não há apontamentos.