Vórtices Ciclônicos de Altos Níveis nas Cercanias do Nordeste do Brasil: Climatologia e Análise da Vorticidade Potencial Isentrópica

Glauber Willian de Souza Ferreira, Michelle Simões Reboita, Rosmeri Porfírio da Rocha

Resumo


Vórtices ciclônicos de altos níveis (VCANs) são sistemas com núcleo frio que se desenvolvem na média e alta troposfera e que podem causar alterações nas condições atmosféricas em superfície. Existem VCANs de origem tropical e subtropical/extratropical. O foco do presente estudo são os VCANs tropicais, que ocorrem nas cercanias do Nordeste do Brasil (NEB) e têm literatura pouco extensa. Diante disso, os objetivos deste estudo são identificar os casos de VCANs ocorridos nas cercanias do NEB, nos meses de verão entre 2006 e 2019, para obtenção de uma descrição das características médias desses sistemas, e uma associação da localização dos VCANs com as anomalias de precipitação no NEB. Além disso, é investigada a contribuição da intrusão de vorticidade potencial isentrópica (VPI) na gênese desses sistemas. Os VCANs foram identificados através da análise visual da circulação atmosférica e do desvio zonal de temperatura do ar em 200 hPa obtidos da reanálise ERA-Interim. Os resultados indicam a ocorrência de 175 casos no período de estudo, com maior frequência nos meses de dezembro (65 casos) e janeiro (58 casos). Os VCANs propiciam precipitação nas regiões sob suas bordas e condições secas sob seu centro. Consequentemente, quando o centro desses sistemas ocorre sobre o NEB, em geral, eles contribuem para anomalias negativas de precipitação na região. Na análise da VPI associada aos VCANs, sugere-se que essa possa ser um mecanismo que contribua para a formação desses sistemas.


Palavras-chave


Trajetórias dos VCANs; Precipitação; Composições.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_3_568_585

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank