SISTEMAS COMPUTACIONAIS DE SUPORTE À DECISÃO APLICADOS AO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO NO PLANEJAMENTO DE EMERGÊNCIA DO COMPLEXO NUCLEAR DE ANGRA DOS REIS – BRASIL

CORBINIANO SILVA, NILTON OLIVEIRA MORAES, LUIZ CLAUDIO GOMES PIMENTEL, PAULO FERNANDO LAVALLE HEILBRON FILHO, LUIZ LANDAU, FILIPE SOUZA, FABIANA GUIMARÃES RESENDE GOBBO, RAFAEL VIEIRA DA SILVA

Resumo


Acidentes industriais representam riscos para todo o ambiente situado na área de influência dos empreendimentos, especialmente quando são afetados pela dispersão atmosférica de poluentes emitidos, como no caso de uma usina nuclear, onde a preocupação com a evacuação da população é a principal prioridade em situações críticas, o que reforça a implementação de ações para apoiar o planejamento da emergência e sua gestão, cujas ferramentas de suporte, entre elas a modelagem computacional que, baseada em modelos atmosféricos e sistemas de informação geográfica, são essenciais no processo de tomada de decisão. Assim, tendo como cenário o complexo nuclear de Angra dos Reis e os impactos que podem afetar o seu entorno, estudos com o uso integrado de plataformas computacionais serviram para avaliar os riscos e as consequências de um evento acidental hipotético, incluindo o cálculo do termo-fonte do combustível nuclear, as características meteorológicas, os mecanismos de dispersão atmosférica dos poluentes, bem como os aspectos socioambientais da região. Dados meteorológicos (regime de ventos) caracterizaram o campo de vento a partir do modelo WRF, que subsidiou a dispersão de radionuclídeos calculadas no HYSPLIT, informações associadas aos dados socioambientais (deslizamentos, densidade populacional, etc), incorporadas numa base de dados SIG. Os resultados demonstram a importância do uso integrado de sistemas computacionais como ferramentas que apoiam a tomada de decisão, potencializando a aplicação de soluções que contribuam para subsidiar ações e diretrizes de planejamento e governança em situações de emergência.


Palavras-chave


Sistemas de suporte à decisão; Gestão de emergência nuclear; Dispersão de radionuclídeos; WRF; HYSPLIT; SIG.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2018_3_292_304

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank