Obtenção de MDE Corrigido para Delimitação de Bacia Hidrográfica com Auxílio de Geotecnologias Livres

Nelison Ferreira Correa, Vinícius de Oliveira Ribeiro, Camila Leonardo Mioto, Antonio Conceição Paranhos Filho

Resumo


No Brasil, a Política Nacional dos Recursos Hídricos estabelece que a unidade fundamental de gestão dos recursos hídricos é a Bacia Hidrográfica. Assim o trabalho inicial, antes das atividades de monitoramento de uso e ocupação do solo e outras afins, no âmbito da bacia, passa pela delimitação de seus limites fisiográficos. O emprego das geotecnologias permite a interpretação de um conjunto de dados para que seja possível a modelagem da delimitação da bacia hidrográfica utilizando Sistemas de Informações Geográficas (SIG) livres imagens de satélite gratuitas. Contudo, a presença de vegetação densa promove a geração de falsos picos, conduzindo a modelagem de falsos segmentos de fluxo, afetando diretamente a modelagem do limite da Bacia Hidrográfica. Este trabalho teve como objetivo a obtenção de Modelo Digital de Elevação (MDE) a partir de Modelo Digital de Superfície (MDS) - SRTM visando à delimitação da Bacia Hidrográfica do Córrego Laranja Doce (Dourados/MS) com auxílio do software QGIS (QGIS Development Team, 2015). Como resultado, observou-se que a correção altimétrica do MDS, com auxílio da interpretação de imagens orbitais (imagem Landsat 8 órbita/ponto 224/75 de 2015) e dados de levantamento de campo, promoveu a obtenção de um Modelo Digital de Elevação que representa com maior acurácia o relevo e os limites fisiográficos da área de estudo, podendo servir melhor para embasamento nas futuras análises que necessitem desta informação, como em morfometria e monitoramento ambiental.


Palavras-chave


Bacias Hidrográficas; Modelo Digital de Elevação; Modelo Digital de Superfície; SIG.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2017_1_217_225

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank