Esponjas de água doce na América do Sul: o estado da arte da produção científica no Brasil

Elaine Cristina Zavadovski Kalinovski, Mauro Parolin, Edvard Elias de Souza Filho

Resumo


Este trabalho apresenta atualização bibliográfica da produção científica envolvendo a fauna de esponjas continentais na América do Sul, destacando os estudos efetuados no Brasil. Para isso foi realizado o levantamento das principais pesquisas que tratam do registro das ocorrências de esponjas de água doce, e daquelas sobre a utilização de suas espículas silicosas, preservadas em depósitos sedimentares, como dado proxy em estudos de reconstrução paleoambiental. Os estudos encontram-se relativamente mais desenvolvidos na região Centro-Sul e Norte do país. No entanto, fica evidente a necessidade de pesquisas mais abrangentes e intensivas na descrição de espécies atuais e de identificação em sequências sedimentares.

Palavras-chave


Esponjas de água doce; Espículas silicosas; Reconstrução paleoambiental.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.