Processos geológicos de fixação de carbono na Terra e aquecimento global

João Cláudio Toniolo, Celso Dal Ré Carneiro

Resumo


Os processos naturais de fixação de carbono na Terra acham-se estreitamente relacionados ao fenômeno do aquecimento global, que constitui a etapa contemporânea das incontáveis mudanças climáticas pelas quais passou a Terra. Neste artigo descrevem-se os principais processos geológicos responsáveis pela movimentação e fixação, na crosta terrestre, do dióxido de carbono, um dos gases de efeito estufa presentes na atmosfera. Pretende-se avaliar se é possível ou não à Terra responder, por si mesma, ao aumento da concentração atmosférica de CO2 gerado por atividades antropogênicas. Existem incertezas quanto às velocidades relativas dos mecanismos. Nesse sentido, analisa-se criticamente a opinião do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) que afirma ser o CO2 antropogênico a principal causa do aquecimento. Ao final, destacam-se críticas à posição do IPCC, mostrando que, apesar de alguns órgãos científicos terem posição clara a respeito do fenômeno, inexiste consenso entre pesquisadores. O grau de conscientização ambiental das pessoas e sociedades pode estimular o aporte de novos conhecimentos e saberes que alertam sobre as consequências dos padrões atuais de consumo, mas o movimento será ineficaz se não assumir vigorosamente ser preciso, cada vez mais, pensar a Natureza como um sistema complexo, tal como estabelecem as Ciências da Terra.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.