Modelo de alojamento do Plúton Cupira, Província Borborema (NE Brasil)

Tiago Siqueira de Miranda, Gorki Mariano, Paulo de Barros Correia

Resumo


O Plúton Cupira está localizado no Domínio Sul da Província Borborema, possui área aflorante de aproximadamente 300 km2 e forma ovalada com leve alongamento na direção E-W. Com objetivo de determinar o modelo de alojamento do plúton e os alinhamentos magnético-estruturais, foi realizada a integração inédita de estudos de anisotropia de suscetibilidade magnética (ASM) e magnetometria. Os dados de ASM mostram que a susceptibilidade total apresenta variação de 0,105x10-3 SI a 34,618x10-3 SI, indicando caráter ferromagnético. O grau de anisotropia varia de 1,06 a 1,272 e apresenta correlação positiva com a susceptibilidade total. O parâmetro de forma varia de -0,802 a 0,897, com preponderância de elipsoides oblatos sobre prolatos, refletindo trama magnética planar. A maioria das lineações magnéticas possuem direção NE-SW, com caimentos suaves a fortes para NE e para SW. A foliação magnética varia de NE a NNE, com mergulhos moderados a fortes (30° a 86°). A porção central do corpo tem foliações magnéticas e magmáticas essencialmente concêntricas, com mergulhos fortes para o centro do plúton, associadas à lineações com caimento forte, sugerindo ser a zona de alimentação magmática. Os alinhamentos magnéticos reforçam as direções estruturais evidenciadas pela ASM. Estes dados favorecem a proposição de modelo de alojamento do Plúton Cupira a partir de uma zona de alimentação magmática central, com fluxo do magma distribuído de forma concêntrica, com geometria de intrusão similar a um lopólito.


Palavras-chave


Anisotropia de Susceptibilidade Magnética (ASM); Foliação magnética; Lineação magnética; Magnetometria; Província Borborema.

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v16i3p89-103

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank