Compartimentação fisiográfica aplicada ao mapeamento em detalhamento progressivo do núcleo urbano central de Ilhabela-SP

Tales de Deus Diniz, José Eduardo Zaine, Flávio Henrique Rodrigues

Resumo


O processo de urbanização no Brasil ocorre, predominantemente, de maneira desordenada, sem a correta consideração das potencialidades e limitações do meio físico, o que se traduz numa forma de ocupação que pode expor a população e o equipamento urbano a processos de superfície, tais como inundações e movimentos de massa. Isso é observado no município de Ilhabela - SP, onde a alta taxa de crescimento populacional, somada ao relevo acidentado, intensifica esse problema, evidenciando a necessidade de uma orientação adequada da expansão urbana. Dentro deste contexto, o mapeamento baseado na compartimentação fisiográfica pode fornecer instrumentos apropriados para o planejamento da ocupação ordenada do meio físico. Assim, o objetivo da presente pesquisa foi a elaboração de mapas da região mais densamente urbanizada de Ilhabela, utilizando a compartimentação fisiográfica baseada na análise integrada de imagens aéreas da área de estudo. A fotoanálise e fotointerpretação das mesmas, somadas às informações obtidas em campo, subsidiaram a divisão e classificação da área de estudo em unidades que apresentam uniformidade em relação à morfologia e propriedades geotécnicas. Esse procedimento resultou na identificação de unidades mapeadas em três escalas (1:50.000, 1:20.000 e 1:10.000), com diferentes níveis de detalhes, acompanhada da descrição de suas principais características físicas e principais processos exógenos atuantes. As cartas obtidas permitiram uma compreensão detalhada acerca das características do meio físico da Ilha de São Sebastião, bem como dos principais fatores condicionantes da ocupação antrópica na mesma, mostrando-se ferramentas eficazes e adequadas ao planejamento territorial urbano do município-arquipélago.


Palavras-chave


Ilhabela - SP; Planejamento urbano; Compartimentação fisiográfica.

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v16i3p57-70

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank