Augen gnaisses riacianos no Domínio Rio Piranhas-Seridó - Província Borborema, Nordeste do Brasil

Vladimir Cruz de Medeiros, Marcos Antonio Leite do Nascimento, Antônio Carlos Galindo, Elton Luiz Dantas

Resumo


Augen gnaisses da Serra da Formiga/Fazenda Genezaré, borda do Núcleo São Vicente-Florânia (RN) e corpos a SW/NW da cidade de São José do Seridó (RN) foram estudados através de mapeamento geológico, petrografia, litogeoquímica e datação U-Pb. Estes são constituídos por biotita augen gnaisses e ortognaisses grossos graníticos/granodioríticos, leucocráticos, de textura porfirogranoblástica e cor cinza clara/rosa. A mineralogia é dada por microclina pertítica, oligoclásio, quartzo, além de biotita e anfibólio, tendo como acessórios epidoto, titanita, clorita, minerais opacos, apatita, zircão e allanita. As relações petrográficas/texturais indicam que estes atingiram a fácies anfibolito com retrometamorfismo para xisto verde. Apresentam foliação de baixo ângulo de direção NW-SE associada a lineações de estiramento com rake forte. Análises litogeoquímicas indicam assinatura de termos metaluminosos a peraluminosos, cálcio-alcalinos de alto potássio, orogênicos de ambiente colisional. Datações U-Pb em zircão (ICP-MS-LA) forneceram idades (intercepto superior) de 2252 ± 17 Ma e de 2171 ± 20 Ma, respectivamente para as rochas situadas a norte de Florânia (RN) e a leste de Genezaré (Caicó/RN). Neste último também foram obtidos valores de TDM de 2,84 Ga e ƐNd(0) de -20,76. Os dados obtidos permitem associar estes augen gnaisses ao Período Riaciano, com idade em torno de 2,25 a 2,17 Ga, e consequentemente ao magmatismo do Complexo Caicó.

Palavras-chave


Província Borborema;Núcleo São Vicente-Florânia;Serra da Formiga;Augen gnaisse;Complexo Caicó

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1519-874X2012000200001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank