Existe um verdadeiro delta na foz do rio Ribeira de Iguape, São Paulo?

Kenitiro Suguio, Roberto Barbosa Rodrigues, Denise dos Santos Silva

Resumo


A área de estudo está situada na planície costeira adjacente à foz do rio Ribeira de Iguape no litoral Sul do Estado de São Paulo, onde se localizam os municípios de Iguape, Cananeia e Ilha Comprida. Essa planície costeira apresenta mais de 1.500 km² de extensão. Tem sido interpretada como consequência da sedimentação marinha rasa pleistocênica e holocênica, atribuível às transgressões Cananeia e Santos, ocorridas durante os dois últimos estádios interglaciais denominados de Sangamoniano e Holocênico, intercalados pelo último estádio glacial denominado Wisconsiniano, segundo as denominações adotadas na América do Norte. No entanto, sem qualquer evidência plenamente justificável, tem sido postulado hipoteticamente que esta planície representaria um delta oceânico associado à foz do rio Ribeira de Iguape, que constitui a drenagem mais importante do litoral paulista, que demanda ao Oceano Atlântico. Este artigo apresentou os resultados de estudos essencialmente sedimentológicos baseados em análises granulométricas e de minerais pesados, que trazem importantes subsídios para uma resposta negativa à questão: "existe um verdadeiro delta na foz do rio Ribeira de Iguape (Estado de São Paulo, Brasil)?".

Palavras-chave


Delta;Nível relativo do mar;Quaternário tardio;Litoral Paulista

Texto completo:

PDF (English) EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1519-874X2012000100004

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank