Reativações neotectônicas na Zona de Cisalhamento do Rio Paraíba do Sul (sudeste do Brasil)

Thiago Pinto da Silva, Claudio Limeira Mello

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo investigar a atuação de mecanismos neotectônicos na região da Zona de Cisalhamento do Rio Paraíba do Sul, importante feição geotectônica adjacente ao segmento central do Rift Continental do Sudeste do Brasil, e áreas adjacentes. A metodologia empregada baseia-se na integração de análises morfoestratigráficas e de dados estruturais, enfatizando a identificação de pares falha/estria afetando sedimentos cenozoicos e as rochas do embasamento alteradas, no intuito de caracterizar os campos de esforços neotectônicos. A partir das relações entre diferentes padrões de fraturamento e as unidades geológicas afetadas, e da percepção de superposição de estrias em um mesmo plano de falha, foi possível o reconhecimento de três fases neotectônicas, correlacionáveis a eventos descritos para o Sudeste do Brasil: transcorrência sinistral E-W, de idade miocênica; transcorrência dextral E-W, datada do limite Pleistoceno-Holoceno; e regime distensivo NW-SE, holocênico. As fases neotectônicas identificadas têm forte relação com a reativação das anisotropias estruturais preexistentes.

Palavras-chave


Neotectônica;Sudeste do Brasil;Zona de Cisalhamento do Rio Paraíba do Sul

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1519-874X2011000100006

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank