Estruturas e histórias deformacionais contrastantes dos granitos sintectônicos de Campina Grande e Serra Redonda, Província Borborema, NE do Brasil

Sérgio Wilians de Oliveira Rodrigues, Carlos José Archanjo

Resumo


Os Granitos Campina Grande e Serra Redonda são intrusivos no contato do embasamento paleoproterozoico (Domínio Alto Moxotó) com orto- e paragnaisses tonianos (Domínio Alto Pajeú) da Província Borborema (NE do Brasil). O Granito Campina Grande (idade U-Pb = 581 ± 2 Ma) destaca-se por sua estrutura concêntrica e forma ovalada, enquanto o Granito Serra Redonda (idade U-Pb = 576 ± 3 Ma) exibe uma estrutura tabular alongada na direção NE-SW. Estes plútons são separados pela zona de cisalhamento transcorrente Galante, que apresenta cinemática sinistral. O estudo da anisotropia de suscetibilidade magnética (ASM) realizado em 64 afloramentos destes granitos possibilitou o mapeamento das estruturas internas destes plútons e explorar as relações entre magmatismo e deformação em relação ao ambiente orogênico. As tramas magnéticas são concordantes com a estrutura das rochas metamórficas encaixantes. O controle do alojamento do Granito Serra Redonda por zonas de cisalhamento transcorrentes é indicado pela presença de foliações sigmoidais que definem bandas de cisalhamento associadas a Zona de Cisalhamento Galante. Em contraste, a petrotrama magnética/magmática associadas ao Granito Campina Grande parece ser moldada pela ação das forças do corpo (ascensão/alojamento). O plúton exibe uma trama planar (semi)concêntrica que mergulha para o interior da intrusão e lineações em alto ângulo com o alinhamento da foliação. Sua origem é atribuída à migração do magma granítico sobre uma rampa que mergulha para sudoeste, com a lineação magnética praticamente perpendicular à direção de fluxo. As estruturas contrastantes nas duas intrusões refletem os regimes deformacionais distintos a que foram submetidos os magmas durante sua cristalização. Elas ressaltam ainda a natureza episódica da deformação orogênica e o seu impacto no desenvolvimento da trama de plútons sin-tectônicos.

Palavras-chave


ASM;Granitos;Colocação;Zona de cisalhamento;Província Borborema

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1519-874X2011000100001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank