Aspectos tectônicos das intrusões dos granitos do cerne, passa três e Rio Abaixo, sudeste do Pré-cambriano Paranaense: estudo baseado em datações

Leonardo Fadel Cury, Oswaldo Siga Jr., Ossama Mohamed Milad Harara, Helcio José dos Prazeres Filho, Miguel Angelo Stipp Basei

Resumo


Os stocks graníticos do Cerne, Passa Três e Rio Abaixo são representados por corpos elípticos, alongados segundo NE-SW (granitos do Cerne e Passa Três) e com formas"ovóides" (Granito Rio Abaixo), intrusivos nas seqüências metavulcanossedimentares da porção sudeste do Cinturão Ribeira, no Estado do Paraná. Esses corpos são representados principalmente por biotita-sienogranitos, monzogranitos e quartzo-sienitos porfiríticos, com megacristais de microclínio, isótropos ou com foliação de fluxo magmático, podendo apresentar termos deformados em regiões restritas às zonas de contato. Mostram afinidades petrológicas, geoquímicas e geocronológicas, com características semelhantes aos granitos tipo-A, porém, enriquecidos em Ba, Sr e Zr. Análises 40Ar-39Ar em biotitas do Granito do Cerne indicaram idade integrada de 557 ± 2 Ma, valor este relativamente próximo à idade de cristalização dos zircões de aproximadamente 563 Ma, definida por Cury (2003). Determinações 40Ar-39Ar obtidas em rochas encaixantes (muscovitas xistos) das vizinhanças do Granito do Cerne apresentam idades mais antigas (800-1200 Ma), o que permite concluir que a intrusão do granito, bem como o evento metamórfico regional ocorrido durante o Ciclo Brasiliano, não atingiram temperaturas suficientes para apagar o registro isotópico das muscovitas (T < 300ºC). Os stocks graníticos do Cerne, Passa Três e Rio Abaixo representam magmatismo tardi-orogênico no contexto das deformações presentes no Domínio Apiaí e ao arco-magmático Três Córregos-Cunhaporanga (630-590 Ma), relacionado aos estágios finais de transpressão, onde sua colocação é intimamente associada às zonas de cisalhamento transcorrente e desenvolvimento das grandes antiformas e sinformas. Tal período (Proterozóico Superior/Cambriano) representa um importante marco na região, associado aos ajustes finais relacionados à aglutinação do Supercontinente Gondwana.

Palavras-chave


Domínio Apiaí;magmatismo tardi-tectônico;datações 40Ar-39Ar em micas

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/z1519-874x2008000100007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank