Nd-Sr isotopic geochemistry and U-Pb geochronology of the Fé granitic gneiss and Lajedo granodiorite: implications for paleoproterozoic evolution of the mineiro belt, southern São Francisco Craton, Brazil

Wilson Teixeira, Ciro Alexandre Ávila, Luciana Cabral Nunes

Resumo


O gnaisse granítico Fé e o granodiorito do Lajedo são plutons félsicos associados à evolução paleoproterozóica do Cinturão Mineiro na porção sul do Craton São Francisco. O pluton Fé está localizado ao norte da zona de cisalhamento do Lenheiro - importante feição estrutural associada a falhas compartimentando regionalmente o cinturão Mineiro. Esta intrusão possui xenólitos de gnaisse e anfibolito do greenstone belt Rio das Mortes e de rochas máficas de corpos piroxeníticos - gabróicos que afloram nas proximidades. O granodiorito do Lajedo está localizado ao sul da zona de cisalhamento do Lenheiro, possui xenólitos de anfibolito do greenstone belt Nazareno e é intrusivo nas rochas metamáficas do corpo peridotítico - piroxenítico Forro e em rochas anfibolíticas do greenstone belt Nazareno. A composição modal do gnaisse granítico Fé é variável, de monzogranito a sienogranito; o pluton é peraluminoso e apresenta conteúdos de K2O compatíveis com tendências cálcio-alcalina médio K e cálcio-alcalina alto K, enquanto o pluton do Lajedo varia de granodiorítico a tonalítico, é peraluminoso e tem natureza cálcio-alcalina. O gnaisse granítico Fé possui idade U/Pb em zircão de 2191 ± 9 Ma e o granodiorito do Lajedo 2208 ± 26 Ma. Os isótopos de Nd e Sr dos dois corpos revelam que componentes crustais participaram da gênese dos protólitos em ambiente de arco plutônico, com proporções variáveis de componente juvenil (tipos DMM e EMI) de idade possivelmente paleoproterozóica. Em particular, as baixas razões iniciais 87Sr/86Sr encontradas para os dois plutons do cinturão Mineiro são consistentes com a participação de materiais máficos na gênese dos corpos estudados em vez de crosta profunda. Tectonicamente, os resultados geocronológicos, isotópicos e os dados geológicos do gnaisse granítico Fé e do granodiorito do Lajedo são compatíveis com etapas pré- e sintectônica do Cinturão Mineiro, quando foram gerados os corpos: quartzo diorito do Brito (2221 ± 2 Ma), o granodiorito Brumado de Cima (2219 ± 2 Ma), o granodiorito Brumado de Baixo (2218 ± 3 Ma), o quartzo monzodiorito Glória (2188 ± 29 Ma), o tonalito/trondhjemito Cassiterita (2162 ± 10 Ma), o diorito Rio Grande (2155 ± 3 Ma), o diorito Brumado (2131 ± 4 Ma) e o granito Cassiterita (2131 ± 7 Ma).

Palavras-chave


Gnaisse granítico Fé;Granodiorito do Lajedo;geocronologia U-Pb;geoquímica isotópica;cinturão Mineiro;tectônica

Texto completo:

PDF (English) EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/z1519-874x2008000100005

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank