Distribuição espacial de diferentes classes de Lagoas no Pantanal da Nhecolândia, MS, a partir de dados vetoriais e SRTM: uma contribuição ao estudo de sua compartimentação e gênese

Teodoro Isnard Ribeiro de Almeida, Ermínio Fernandes, Deborah Mendes, Fábio Cardinale Branco, Joel Barbujiani Sígolo

Resumo


O trabalho apresenta o produto da aplicação de filtros de convolução proporcionais de grandes proporções sobre cartas temáticas rasterizadas de lagoas salinas, hipossalinas e lagoas totais na Nhecolândia. As imagens filtradas mostram diferentes distribuições espaciais das lagoas salinas e hipossalinas bem como as regiões de dominância relativa de um e outro tipo de lagoa. Os resultados demonstram haver relativa independência entre tais distribuições, possivelmente indicando a presença de sutis diferenças ambientais ao longo da gênese recente dos mais peculiares elementos do meio físico da Nhecolândia. Estes dados são cruzados com perfis altimétricos elaborados a partir de dados SRTM. Estes dados foram tornados operacionais após filtragem com filtro passa-baixas de média móvel ponderada, já que ruídos de alta freqüência do tipo speckle associados à monotonia topográfica tornam a relação sinal/ruído demasiado baixa, dificultando ou inviabilizando a obtenção de dados. A hipótese de estar a Nhecolândia topograficamente elevada em relação às planícies vizinhas pode ser confirmada após o processamento dos perfis altimétricos. Outra hipótese, relacionada acerca da predominância de lagoas salinas em áreas soerguidas em relação à sua vizinhança imediata, foi também verificada ao menos em parte.

Palavras-chave


sensoriamento remoto;SRTM;filtros de convolução;Pantanal;Nhecolândia;lagoas ácidas^i1^salcali

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/z1519-874x2007000200007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank