Gorceixite from Catalão, Goiás, Brazil: rietveld crystal structure refinement

Viviane Carillo Ferrari, Maria Cristina Motta de Toledo, Daniel Atencio

Resumo


Gorceixita é o mais abundante dos fosfatos aluminosos encontrados nos minérios fosfáticos lateríticos brasileiros, sendo um dos principais minerais de ganga destes minérios oxidados. A jazida de Catalão I (GO), uma das maiores do Brasil, contém grande quantidade de gorceixita, cuja fórmula estrutural sugerida pelos resultados de análises por microssonda eletrônica é (Ba0,76Ca0,19Sr0,10 Ce0,01)S1,06(Al2,74 Fe3+0,25)S2,99(P0,96Si 0,03)S0,99O4 (PO3OH)(OH)6,02. Sua estrutura cristalina, rica em Ca, Sr, e Fe, foi refinada pelo método de Rietveld aplicado aos dados de difração de raios X, considerando tanto a estrutura monoclínica, quanto a trigonal. Os parâmetros estatísticos para ambos os modelos são muito similares e não permitem discriminar qual o melhor modelo de estrutura. Os resultados dos parâmetros de cela para o modelo trigonal, grupo espacial R3m, são: a = 7,0791(3) Å, c = 17,089(1) Å, V = 741,68(7) ų e Z = 3, e para o modelo monoclínico, grupo espacial Cm, são: a =12,195(8) Å, b = 7,040(5) Å, c = 7,055(5) Å, ² = 125,19(5)°, V = 495 ų, Z = 2. A gorceixita de Catalão apresenta Fe substituindo Al na posição do sítio X e pequenas distorções nos diferentes sítios cristalinos. Estas características podem alterar as propriedades físico-químicas dos minerais que as contêm, como densidade e capacidade de fixação de metais pesados.

Palavras-chave


gorceixita;estrutura cristalina;refinamento Rietveld;difração de raios X

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/z1519-874x2007000200002

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank