Tectônica e água subterrânea em rochas pré-cambrianas do nordeste do Brasil: a diversidade do sistema aqüífero

Benjamim Bley de Brito Neves, José do Patrocínio Tomaz Albuquerque

Resumo


Água subterrânea em rochas cristalinas fraturadas desempenha um importante papel no suprimento das províncias estruturais mais orientais (Borborema, ao norte; São Francisco, ao sul) do escudo brasileiro (Atlântico), grande parte delas estando situadas sob condições climáticas do semi-árido. Cerca de 100.000 poços foram perfurados em diferentes partes desta região de cerca de 1.000.000 km² nos últimos 150 anos. Apenas, critérios técnicos de locação de poços, baseados em geologia estrutural, começaram a ser introduzidos, tendo estes critérios experimentado algum progresso gradual (menos do que esperado) nos últimos 40 anos. Nestes termos, na medida que algum progresso foi registrado na locação dos poços, o número de poços secos e abandonados tem decrescido notoriamente. Além disso, há muitas possibilidades novas de pesquisas (geológicas e geofísicas) abertas para o futuro. Para os sistemas aqüíferos de rochas ígneas e metamórficas, um contexto de grande diversidade de problemas deve ser reconhecido primeiro de que tudo. Apesar da maioria dos textos (livros e publicações) serem caracterizados por um simplismo hidrogeológico, ora inaceitável. Esta grande diversidade é comandada por dois diferentes grupos de variáveis: os da Geotectônica (produto da dinâmica interna) e os das condições climáticas e fisiográficas (produtos da dinâmica externa). Estas condições conduzem à definição das melhores características gerais para locação do poço que deve ser perfurado. Um terceiro grupo de variáveis pode ser visualizada no"projeto de poço", o qual, para assegurar um desempenho adequado, o poço precisa ser corretamente construído, operado, mantido e usado (produtos da intervenção do homem/técnico). O exercício para determinar a proporção da influência de cada uma destas variáveis é difícil e discutível. Há alguns casos particulares onde, apenas, um grupo de fatores/variáveis é absolutamente preponderante no resultado final (capacidade específica e qualidade química) do poço. Baseado nos tipos crustais e na regionalização geotectônica desta parte do escudo, sete diferentes contextos do sistema aqüífero cristalino serão aqui discutidos e propostos.

Palavras-chave


sistema aqüífero cristalino;semi-árido;Província Borborema;geotectônica;locação de poços;vazão específica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/S1519-874X2004000200006

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank