Idades U-Pb em zircão de alguns granitos clássicos da Província Borborema

Benjamim Bley de Brito Neves, Cláudia Regina Passarelli, Miguel Angelo Stipp Basei, Edilton José dos Santos

Resumo


A evolução neoproterozóica da Província Borborema, no Nordeste Oriental da plataforma Sul Americana, exibe como característica marcante o plutonismo granítico, objeto de diversas teses e outras publicações em revistas especializadas. Já em 1967, F. F. de Almeida e colaboradores identificaram uma série de tipologias graníticas, Conceição, Itaporanga etc, com base em feições de geologia regional e estudos petrográficos. Estas identificações persistiram praticamente em todas as publicações posteriores, mesmo quando um número significativamente maior de granitos foi observado, com o respaldo de estudos geoquímicos, tectônicos e isotópicos. Neste trabalho, estes tipos clássicos foram analisados pelo método U-Pb em zircão, para sanar uma carência de há muito reclamada pela comunidade, posto que para todos eles preexistiam apenas determinações isotópicas de menor poder de resolução. Estes dados novos foram compatibilizados com outros dados existentes na bibliografia da última década e permitiram definir três etapas principais de magmatismo granítico na Borborema: 650 - 625 Ma; 580 - 570 Ma e 545 - 520 Ma, estes últimos com íntima relação com os eventos de extrusão tectônica da colagem orogênica Brasiliano-Pan Africana, que antecedeu a consolidação de uma massa supercontinental (Gondwana Ocidental).

Palavras-chave


plutonismo granítico;granitos tipo Conceição;granitos tipo Itaporanga;Província Borborema;Ciclo Brasiliano-Pan Africano

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/S1519-874X2003000100003

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank