Geoquímica dos diques máficos de Brumado, porção sudeste do Bloco Gavião, Bahia, Brasil

Lílian Mercês Pereira Varjão, Angela Beatriz de Menezes Leal

Resumo


No sudoeste do estado da Bahia, entre as cidades de Brumado e Caetité e mais a norte próximo às cidades de Tanque Novo, Paramirim, Botuporã, Macaúbas, Novo Horizonte e Ibitiara, ocorrem diques máficos formados em ambiente intraplaca. São toleítos continentais apresentando valores de índice de diferenciação em magnésio (mg#) entre 0,25 e 0,45, indicativos de líquidos magmáticos evoluídos. Plagioclásio e augita predominaram no processo magmático evolutivo, cujos diagramas não mostram alterações significativas por processos secundários. Os diques máficos originaram-se de fonte pouco heterogênea tipo Enriched Mid-Ocean Ridge Basalt (E-MORB), provavelmente com leve contribuição de fluidos tipo Ocean Island Basalt (OIB). Os dados geoquímicos sugerem influência significativa da crosta continental inferior na origem da fonte mantélica, não havendo sinais de importante contribuição sedimentar.


Palavras-chave


Litogeoquímica; Petrografia; Diques máficos; Bloco Gavião; Manto

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v19-144710

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank