Avaliação de controles estruturais na evolução do delta do rio São Francisco utilizando métodos geofísicos

Alana Aderne dos Santos, José Maria Landim Dominguez, Alanna Costa Dutra

Resumo


O delta do rio São Francisco é uma planície arenosa de idade quaternária construída em um baixo estrutural da bacia de Sergipe-Alagoas, conhecido como Baixo do São Francisco. O limite interno do delta do São Francisco é marcado por escarpas retilíneas, que o separam da Formação Barreiras adjacente e possuem traçado coincidente com importantes falhas do arcabouço estrutural da bacia de Sergipe-Alagoas. A partir de um embasamento teórico que nos aponta a existência de um controle estrutural na formação e na evolução dos sistemas deltaicos de uma maneira geral, sugerimos uma influência da estruturação da bacia de Sergipe-Alagoas sobre o delta e tentamos inferi-la utilizando uma metodologia adequada. O presente trabalho consiste na utilização do método geofísico sísmico integrado com as informações geológicas da área, tendo como objetivo principal a avaliação dos controles estruturais existentes sobre a formação e a evolução do delta do São Francisco. A interpretação do dado sísmico 3D permitiu a individualização de cinco unidades geológicas, bem como as falhas que as recortam. A análise do dado sísmico permitiu a geração de mapas de isópacas, em profundidade, da região. Foi possível identificar, a partir da análise conjunta de todas as informações geradas e preexistentes, a presença de um conjunto de falhas que afetam de maneira direta a sedimentação na região. A análise dos dados e o conhecimento prévio da geologia da área nos levam a acreditar que as falhas observadas estariam relacionadas a uma reativação de caráter tectônico da região de estudo.


Palavras-chave


Delta; Cânion Submarino; São Francisco; Método sísmico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v19-144564

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank