Modelagem hidrogeoquímica de concentrações de fluoreto em águas subterrâneas em área de afloramento do Sistema Aquífero Guarani, sul do Brasil

Thiago Boeno Patricio Luiz, José Luiz Silvério da Silva, Leônidas Luiz Volcato Descovi Filho

Resumo


Problemas de qualidade da água subterrânea com altos teores de fluoreto foram estudados em porção da área de afloramentos do Sistema Aquífero Guarani (SAG), no estado do Rio Grande do Sul, no sul do Brasil. A metodologia baseou-se na avaliação dos lineamentos das estruturas tectônicas e na modelagem geoquímica de 13 análises físico-químicas de águas subterrâneas de poços tubulares com informação de anomalias de fluoreto. O traçado dos lineamentos e a utilização do código de especiação PHREEQC 3.3.5 sugerem a ocorrência de contribuições mineralógicas distintas, em que a precipitação dos minerais carbonáticos oriundos da estrutura mineral do arenito do SAG e a troca catiônica exercem papel fundamental na hidrogeoquímica do fluoreto. Os resultados foram analisados pelos principais transectos, que permitiram determinar as características de dissolução e de precipitação no meio. A halita e a silvita apresentaram tendências de dissolução ao longo dos transectos traçados, em direção ao equilíbrio mineral. O mineral fluorita apresentou subsaturação com tendências ao equilíbrio mineral e, possivelmente, precipitação nas águas mais salinizadas. A metodologia aplicada permitiu extrair informações para melhor compreensão da dinâmica hidrogeoquímica das águas salinizadas e suas interações água/rocha em área de afloramento do SAG, constituindo um material para apoiar a pesquisa de concentrações anômalas de fluoreto na água subterrânea e para práticas de gestão desse importante sistema aquífero.


Palavras-chave


Águas subterrâneas; Modelagem geoquímica; Fluoreto.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v19-141639

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank