Comportamento de ondas ultrassônicas no Granito Mauá para a conservação do Monumento às Bandeiras

Alexander Martin Silveira Gimenez, Eliane Aparecida Del Lama

Resumo


O Monumento às Bandeiras de Victor Brecheret, constituído pelo Granito Mauá, é um símbolo do povo paulistano e também uma das principais obras de um dos mais importantes artistas brasileiros. Este estudo se insere no contexto da importância cultural e histórica desse monumento, que representa significante período da história paulista, e principalmente no intuito de contribuir com sua conservação através da avaliação da rocha que o compõe, usando de método não destrutivo baseado na propagação de ondas ultrassônicas. O estudo abordou a caracterização de uma amostra sã da mesma rocha do monumento, coletada no seu local de ocorrência, efetuando-se o comparativo entre os valores das velocidades obtidas nessa amostra com as obtidas diretamente no monumento. As medições tanto no monumento como no laboratório abordaram a aplicação de três formas de transmissão, direta, semidireta e indireta, que por sua vez, foram aplicadas utilizando três pares de transdutores distintos, 54 e 150 kHz e exponenciais de 54 kHz, sendo compatíveis ao estudo do monumento as transmissões direta e indireta utilizando os transdutores de 54 e 150 kHz. Após análise dos resultados, pode-se concluir que o Monumento às Bandeiras ainda permanece em boas condições de conservação, uma vez que as velocidades de propagação de ondas ultrassônicas obtidas no monumento apresentaram-se na ordem de 4,6 a 5,3 km/s, variando de acordo com o tipo de transmissão aplicada. No laboratório, os resultados obtidos variaram de 5,2 a 5,6 km/s.

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1519-874X201400030004

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank