Minettes do Stock Monzonítico Glória Norte: evidência de magmatismo ultrapotássico pós-orogênico, com assinatura de subducção, no Sistema Orogênico Sergipano

Milena Prado Fontes, Herbet Conceição, Maria de Lourdes da Silva Rosa, Vinicius Anselmo Carvalho Lisboa

Resumo


Lamprófiros ocorrem como enclaves microgranulares no Stock Monzonítico Glória Norte (SGN) (588 ± 5 Ma), localizado na parte central do Domínio Macururé, do Sistema Orogênico Sergipano, no estado de Sergipe. Esses enclaves lamprofíricos foram classificados como minettes e ocorrem concentrados em uma área com aproximadamente 1 km de diâmetro na região sudeste do stock. Os minettes apresentam texturas porfirítica e panidiomórfica, com fenocristais de biotita e matriz com granulação fina. Os minerais máficos presentes, além da biotita, são: diopsídio, augita, hornblenda e titanita. Ortoclásio pertítico, andesina, biotita, carbonato, apatita e zircão também estão presentes na matriz. Os dados dos elementos maiores (K2O/Na2O > 3, 6 > %MgO > 8, K2O > 3%), menores e traços (baixos valores de Ti, Nb, Ta) indicam magmatismo ultrapotássico orogênico. As razões Th/Yb > 9,00 e 0,05 < Ta/Yb < 0,20 apontam para magma formado por fusão de um manto enriquecido. As informações obtidas neste estudo indicam que magmas básicos ultrapotássicos estiveram presentes durante o período pós-tectônico no Sistema Orogênico Sergipano (SOS). 


Palavras-chave


Lamprófiro; Monzonitos; Petrografia; Geoquímica.

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v18-133599

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank