Petrografia e litoquímica de rochas ferríferas na região central do estado do Rio Grande do Norte (Domínio Rio Piranhas – Seridó, NE da Província Borborema)

Alexandre Ranier Dantas, Marcos Antônio Leite do Nascimento, Alan Pereira da Costa, Rogério Cavalcante

Resumo


As ocorrências de rochas ferríferas no estado do Rio Grande do Norte correspondem essencialmente a pequenos depósitos que aparentemente não apresentam potencial econômico. Porém, pequenos jazimentos desse bem mineral têm sido explotados em algumas áreas dessa região. As formações ferríferas ocorrem como intercalações decimétricas a algumas dezenas de metros em gnaisses da Formação Jucurutu e menos frequentemente estão associadas às rochas metamáficas encaixadas em gnaisses do Complexo Caicó. Neste trabalho, é apresentada uma caracterização petrográfica macro e microscópica de rochas ferríferas, além da discussão dos dados de litoquímica e uso de MEV-EDS para estudo da composição química qualitativa de magnetitas e anfibólios. Essas rochas normalmente apresentam teores de Fe2O3 variando entre 46 e 59% e de SiO2 entre 33 e 50%. Petrograficamente, foram identificados dois grupos distintos: rochas ferríferas granulares e rochas ferríferas bandadas. A litoquímica permitiu concluir que os grupos de rochas estudadas apresentam comportamentos ora similares, ora distintos. São rochas compostas essencialmente de Si e Fe, com pequena proporção de elementos-traço e terras raras. Os parâmetros químicos indicam ambiente dominantemente oxidante e grupos de rochas em posições intermediárias a mais próximas das fontes hidrotermais oceânicas. Os ambientes tectônicos para formação das rochas ferríferas granulares e bandadas estudadas indicam principalmente cadeias oceânicas localizadas nas imediações de margens continentais ativas transicionais a arco de ilhas.


Palavras-chave


Formações ferríferas; Petrografia; Litoquímica; Faixa Seridó; Rio Grande do Norte.

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v17-125622

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank