Química mineral e estimativas de pressão e temperatura em rochas metassedimentares do grupo Araxá na região de Morrinhos, sul do estado de Goiás

Guillermo Rafael Beltran Navarro, Antenor Zanardo, Fabiano Tomazini da Conceição, Renato de Moraes, Luiz Sergio Amarante Simões

Resumo


Na região de Morrinhos, estado de Goiás, as rochas do Grupo Araxá apresentam associações minerais, relacionadas ao ápice metamórfico, típicas da fácies anfibolito (zona da cianita) e são correlacionadas a estágio anterior ou inicial da principal fase deformacional de caráter dúctil (Dn) observada regionalmente. Cálculos termobarométricos envolvendo granada + plagioclásio + biotita + muscovita, granada + plagioclásio + biotita + muscovita + cianita, granada + plagioclásio + biotita + muscovita + anfibólio, com quartzo em excesso, indicam que o pico metamórfico ocorreu à temperatura na ordem de ~610°C e pressões de ~10 kbar; com trajetória P-T provavelmente horária, compatível com as condições tectônicas observadas em ambientes colisionais.

Palavras-chave


Grupo Araxá;Termobarometria;Goiás

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1519-874X2011000200001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank