Geomorfologia e tectônica da formação Barreiras no Estado da Paraíba

Max Furrier, Magno Erasto de Araújo, Leonardo Figueiredo de Meneses

Resumo


Este trabalho aborda alguns aspectos estruturais e morfológicos dos Tabuleiros Litorâneos no Estado da Paraíba. Esses tabuleiros desenvolveram-se, predominantemente, sobre os sedimentos areno-argilosos e mal consolidados da Formação Barreiras. Essa formação repousa de forma discordante, de oeste para leste, sobre o embasamento cristalino e sobre os sedimentos do Grupo Paraíba, depositados na Bacia Sedimentar Marginal Pernambuco-Paraíba. A partir de levantamentos cartográficos, aerofotogramétricos, interpretações de imagens orbitais, observações em campo, análises de perfis topográficos e de poços tubulares e, da integração e interpretação das informações obtidas, pode-se concluir que as reativações tectônicas pós-cretácicas constituem o fator mais importante na configuração morfológica da área de estudo. Essas reativações foram responsáveis por soerguimentos distintos e basculamentos de superfícies geomorfológicas, além de criar inúmeros e extensos falhamentos que dinamizaram entalhes e orientaram dissecações, definindo a compartimentação e a configuração atual dos Tabuleiros Litorâneos.

Palavras-chave


Tabuleiros Litorâneos;Formação Barreiras;superfícies geomorfológicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/S1519-874X2006000300008

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank