Geologia e geofísica do greenstone belt Vila Nova, porção NE do Cráton Amazônico, Amapá, Brasil

Cristiano Borghetti, Ruy Paulo Philipp

Resumo


Poucos afloramentos e um acentuado intemperismo caracterizam a região do greenstone belt Vila Nova, no sudeste do Amapá. Este artigo vale-se de dados aerogeofísicos na interpretação geológica e estrutural durante o mapeamento geológico, objetivando aumentar o entendimento geológico e tectônico dessa porção do Cráton Amazônico. A interpretação qualitativa das imagens magnetométricas e gama-espectrométricas geradas para o projeto foi efetuada em ambiente de Sistema de Informações Geográficas (SIG). O reconhecimento de unidades magnetométricas e gamaespectrométricas presentes na área de estudo teve como base a classificação hierárquica dos polígonos delineados pela interpretação visual. A partir dessa análise foram delimitados os principais domínios geológicos e definidos os traçados geológico-estruturais, em conjunto com dados geológicos de campo, dados geofísicos e da análise petrográfica. Essa integração permitiu delimitar as rochas das áreas do embasamento arqueano composto por ortognaisses e granitóides do Complexo Tumucumaque, as rochas metavulcano‑sedimentares do Complexo Vila Nova e os maciços graníticos intrusivos de idade paleoproterozoica. A integração entre os dados geofísicos e de campo resultou no aumento da definição da cartografia geológica, ressaltando-se a importância dessa metodologia para o reconhecimento de tramas estruturais e litológicas complexas em áreas de pouca exposição e dificuldade de acesso.


Palavras-chave


Cráton Amazônico; Greenstone belt Vila Nova; Aerogeofísica; Geologia estrutural; Mapeamento geológico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v17-372

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank