Simulação estocástica aplicada à análise temporal do nível potenciométrico no entorno da represa de Três Irmãos na área urbana da cidade de Pereira Barreto (SP)

Marcelo Monteiro da Rocha, Cláudio Benedito Baptista Leite, Ricardo Gerasimenko de Araújo

Resumo


O fechamento da barragem e a consequente formação do reservatório de Três Irmãos, em Pereira Barreto (SP), provocaram elevação do nível potenciométrico circunvizinho com implicações geotécnicas para o meio ambiente e a ocupação humana, oferecendo riscos que precisam ser mitigados. Dados provenientes de poços de controle, situados na cidade de Pereira Barreto, nas margens da represa, foram coletados em campanhas de monitoramento antes, durante e após o enchimento do reservatório, gerando um conjunto de superfícies potenciométricas empilhadas no tempo. Essa estruturação delineou uma análise espaço-temporal. A superfície potenciométrica foi modelada por simulação estocástica por bandas rotativas com a finalidade de fazer a análise de variância que utilizou duas simulações representando cenários opostos. O primeiro cenário foi o que apresentou o menor aumento do nível de água e outro, o maior. Tal fato resultou em um modelo tridimensional, demonstrando a progressão da elevação do nível de água, e possibilitou a observação de três períodos com comportamentos hidráulicos característicos e distintos: 1) uma situação inicial de equilíbrio hidráulico antes do enchimento; 2) momento de desequilíbrio e heterogeneidade durante o processo; 3) retomada do equilíbrio ao final do enchimento do reservatório. A análise algébrica de imagens também foi realizada por meio de um filtro definido para combinar os dois cenários e reforçar seus contrastes. A ação desse filtro gerou um mapa de variâncias que identificou duas regiões: uma de grande variação a centro-nordeste da área e uma região menos suscetível a variações a sudoeste da área investigada, respectivamente, as regiões de maior e menor variação do nível potenciométrico.


Palavras-chave


Simulação por bandas rotativas; Geoestatística; Nível potenciométrico; Análise temporal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v17-292

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank