CARACTERIZAÇÃO DAS COBERTURAS DE ALTERAÇÃO INTEMPÉRICA DA BAIXA MOJIANA

Norton Roberto Caetano, Juércio Tavares de Mattos, Jairo Roberto Jiménez-Rueda

Resumo


O presente artigo tem o objetivo de apresentar os procedimentos e as técnicas necessárias para a caracterização genética, física e espectral das coberturas superficiais de alteração intempérica encontradas na região da Baixa Mojiana. A área de estudo refere-se a área da folha topográfica Moji-Guaçu, escala 1:50.000. Para delimitação das diferentes coberturas de alteração intempérica, procedeuse a fotointerpretação na banda Pan do ETM+/Landsat-7. Foram visitados 54 pontos em campo, em 39 unidades de alteração intempérica, nas quais se coletou 36 amostras deformadas de material. Em campo foram realizados ensaios expeditos de física de solos e em laboratório, ensaios de comportamento espectral no visível usando uma máquina fotográfica digital convencional. Os dados foram inseridos em um sistema de informação geográfica, o SPRING 4.3. Os procedimentos utilizados no presente trabalho permitem a caracterização das coberturas de alteração intempérica da área quanto à sua gênese, além de definir os comportamentos mecânico e químico. Os resultados possibilitam subsidiar estudos geoambientais e de planejamento de usos e obras de engenharia.

Palavras-chave


Cobertura de alteração intempérica, sensoriamento remoto, física de solos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank