ANÁLISE ESTRUTURAL DA FORMAÇÃO SERRA GERAL NA PORÇÃO CENTRO-SUL DO ESTADO DE SANTA CATARINA, BRASIL

Patricia Duringer JACQUES, Rômulo MACHADO, Alexis Rosa NUMMER

Resumo


A análise estrutural (geométrica e cinemática) realizada em pedreiras de rochas vulcânicas da Formação Serra Geral, na porção centro-sul do Planalto Catarinense, permitiu caracterizar direções de falhas transcorrentes (puras e oblíquas), que foram agrupadas em três eventos: o primeiro com eixo de tensão principal máximo (σ1) orientado ao redor de N-S, o segundo, orientado NE-SW, e o terceiro, orientado na direção próxima de E-W. O primeiro evento possui idade entre o Cretáceo Inferior e Superior, o segundo, entre o fim do Cretáceo e início do Terciário, e o terceiro, entre o Neógeno e o Quaternário. Este último evento possui campo de tensão principal máximo (σ1) com a mesma orientação do stress atual submetido à borda leste da Placa Sul-Americana.

Palavras-chave


Análise estrutural; Formação Serra Geral; Tectônica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank