IDADE U-Th-PbT DE MONAZITAS DO SILLIMANITA-CORDIERITA-GRANADA-BIOTITA GNAISSE DE ITAPECERICA (MG) E A ATUAÇÃO DA OROGENIA RIACIANO-OROSIRIANA NO INTERIOR DO CRATON SÃO FRANCISCO MERIDIONAL

Alexandre de Oliveira CHAVES, Marcos Santos CAMPELLO, Antonio Carlos Pedrosa IDADE U-Th-PbT DE MONAZITAS DO S SOARES

Resumo


Na mina da empresa Nacional de Grafite em Itapecerica (MG), localizada no interior do Craton São Francisco Meridional, ocorre uma associação de rochas paraderivadas de alto grau metamórfico que inclui gnaisses, quartzitos e grafita xistos, além de granitoides peraluminosos. Provenientes de um sillimanita-cordierita-granada-biotita gnaisse desta associação, cristais de monazita internamente homogêneos tiveram suas composições químicas determinadas nas suas porções de borda e centro através da microssonda eletrônica. Os seus teores de U, Th e Pb permitiram a obtenção de uma idade química média (não isotópica) orosiriana de 2010 +/- 19 Ma, que parece indicar que as monazitas tenham sido geradas durante o metamorfismo de alto grau da transição das fácies anfibolito/granulito relacionado às últimas fases da Orogenia Riaciano-Orosiriana regional. Estas monazitas guardam o registro da atuação desta orogenia bem no interior do Craton São Francisco Meridional, junto aos limites externos da Província Sul Mineira paleoproterozóica.

Palavras-chave


Datação química U-Th-PbT; Monazita; Orosiriano; Craton São Francisco; Minas Gerais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank