CONSIDERAÇÕES SOBRE OS GRANITOS GIALLO SÃO FRANCISCO REAL, BRANCO DALLAS E BRANCO MARFIM, NO MUNICÍPIO DE BARRA DE SÃO FRANCISCO – ES PARA APLICAÇÃO COMO ROCHA ORNAMENTAL E DE REVESTIMENTO

Lara Cínthia Arndt SAAR, Antonio Misson GODOY, Thiago Motta BOLONINI

Resumo


Com o objetivo de agregar conhecimento técnico aos estudos das jazidas de rochas ornamentais do município de Barra de São Francisco-ES, enfatiza-se a contextualização geológica e tecnológica de três dos principais tipos litológicos utilizados como rocha ornamental, conhecidos comercialmente como Giallo São Francisco Real, Branco Marfim e Branco Dallas. Os tipos litológicos são definidos como sienogranitos peraluminosos do Tipo S, de idade neoproterozóica, pertencentes à Suíte Carlos Chagas, constituídos por quartzo, microclínio, oligoclásio, biotita e muscovita, podendo ocorrer sillimanita, granada, minerais acessórios como apatita, titanita, zircão e minerais opacos. Assim foram realizados ensaios de caracterização tecnológica englobando aspectos petrográficos (composição, estrutura e textura), químicos (elementos maiores), físico-mecânicos (absorção d’água, resistências ao desgaste por abrasão, impacto de corpo duro e a esforços de compressão e tração), resistência ao ataque químico e alterabilidade (baseado nas normas ABNT NBR 15845:2010 e seus anexos, NBR 12.042 e ASTM D2845) com o intuito de determinar as características físico-mecânicas e químicas dos materiais, bem como orientar sua aplicação como produto final. Os resultados obtidos foram comparados entre si, e correlacionados com os padrões limites estabelecidos pelas instituições normalizadoras para rocha ornamental de revestimento, justificando a sua exploração e a sua demanda no mercado consumidor final.

Palavras-chave


Rocha ornamental; Granito; Caracterização tecnológica; Barra de São Francisco.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank