PRIMEIRO REGISTRO DE BRANQUEAMENTO DE CORAIS NO LITORAL DO CEARÁ (NE, BRASIL): INDICADOR DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS?

Marcelo de Oliveira SOARES, Emanuelle Fontenele RABELO

Resumo


O branqueamento de corais é um dos fenômenos ambientais que têm sido usado mundialmente para demonstrar alterações ambientais em ecossistemas marinhos tropicais. Este estudo relata a primeira ocorrência de branqueamento de corais no litoral do Ceará (NE, Brasil). Embora o monitoramento abranja o período de 2005 a 2010 em um recife artificial, dentro de uma área portuária, e em um recife de arenito entremarés, o episódio de branqueamento intenso de corais (Siderastrea stellata e Favia gravida) e zoantídeos (Zoanthus sociatus) somente ocorreu no verão de 2010 (fevereiro e março). O evento está provavelmente relacionado a anomalias da temperatura da superfície do mar (1 a 2 ºC acima da média), 4 a 7 semanas de calor acima da média, altas temperaturas na superfície marinha (30 a 32 ºC) e valores positivos de hot-spots (os dados oceanográficos e climáticos foram obtidos do Programa Coral Reef Watch, da NOAA). Admite-se uma relação entre o branqueamento dos antozoários e os eventos de anomalia da temperatura da superfície do mar (TSM) na área estudada. As altas temperaturas, a turbidez e os estresses periódicos de recifes entremarés (dessecação, insolação e temperaturas elevadas em poças de maré) tiveram um efeito sinergético durante o episódio de branqueamento aqui relatado; o que gera uma situação diferenciada em relação a outros trechos do litoral do Atlântico Sudoeste Tropical.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank