CARACTERIZAÇÃO DOS DEPÓSITOS SEDIMENTARES DE CÁSSIA E SUA RELAÇÃO COM A ZONA DE FALHA DE CÁSSIA, SUDOESTE DE MINAS GERAIS

José Eduardo SARTORI, Mitsuru ARAI, Norberto MORALES, Letícia Severina de QUADROS

Resumo


Os depósitos sedimentares jovens da região de Cássia, no sudoeste de Minas Gerais, são conhecidos e intensamente explotados como matéria-prima para cerâmica vermelha desde a década de 1930. Entretanto, tais materiais geológicos foram pouco estudados, geralmente de maneira sucinta em trabalhos ainda inéditos. Além disso, a cobertura sedimentar se mostra fortemente controlada pelos traços da Zona de Falha de Cássia, uma importante estrutura pré-cambriana que corta e deforma o embasamento cristalino da região. Neste contexto, o presente trabalho tem por objetivo descrever e mapear os depósitos sedimentares, investigando a relação deles com a referida zona de falha. Assim, foi caracterizado um pacote sedimentar de composição predominantemente pelítica, referente ao registro de um paleolago, com a entrada episódica e localizada de leques aluviais, associados com a movimentação/reativação tectônica dos traços da Zona de Falha de Cássia durante o Quaternário.


Palavras-chave


Reativação de Falha; Palinologia; Quaternário; Neotectônica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank