INVERSÃO GRAVIMÉTRICA 3D DE CORPOS SALINOS NA BACIA DE CAMPOS UTILIZANDO DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO

Fabio Ullmann Furtado de LIMA, Leila Maria Véspoli de CARVALHO

Resumo


Foi realizada a inversão tridimensional de dados gravimétricos oriundos de sensoriamento remoto com o objetivo de estimar as geometrias em sub-superfície de dois corpos salinos inseridos na Bacia de Campos. As modelagens dos corpos são baseadas em informações a priori tais como: contrastes de densidade entre corpos e o meio, números de prismas e números de vértices de cada prisma que, superpostos, modelarão a forma dos corpos salinos, profundidades e distâncias radiais mínimas e máximas dos corpos, coordenadas de origem dos prismas (a partir das quais o modelo começará a estimar os corpos salinos), entre outros. Todas estas informações a priori provêm de um ensaio sísmico de reflexão realizados na região de estudo. Foram modelados paredões de sal considerando dois casos distintos: uma anomalia residual Bouguer aberta (caso 1) e outra fechada (caso 2). As geometrias dos paredões de sal foram modeladas satisfatoriamente em ambos os casos. Entretanto, o tamanho do paredão no caso 1 teve que ser subestimado para se obter um melhor ajuste entre as isogais observadas e preditas. Os resultados mostram que o modelo de inversão gravimétrica 3D parece mais eficiente em modelar anomalias Bouguer fechadas do que abertas.


Palavras-chave


Gravimetria; Inversão 3D; Corpos salinos; Bacia de Campos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank