CONTAMINAÇÃO DE SEDIMENTOS DE FUNDO NAS BACIAS DE CAPTAÇÃO DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE CAXIAS DO SUL, RS

TIAGO DE VARGAS, ARI ROISENBERG, FERNANDO HEPP PULGATI

Resumo


O presente estudo caracterizou a geoquímica dos sedimentos finos de fundo de arroios monitorados nas bacias de captação Faxinal e Maestra, Município de Caxias do Sul, RS, tendo como objetivo correlacionar os resultados de geoquímica multielementar com a rocha-fonte presente na área e a composição dos principais fertilizantes utilizados nas áreas agrícolas. Coletou-se amostras de sedimentos e de fertilizantes, que foram analisados por diferentes técnicas (granulometria, difração de Raios-X e ICP-MS). Os resultados obtidos foram interpretados com suporte de estatística descritiva e multivariada (Análise de Componentes Principais e Análise Fatorial), relacionando com o fator de enriquecimento. A granulometria indicou que os arroios possuem um sistema fluvial dinâmico com eventos de alta energia. A difração de Raios-X identificou a caolinita como argilomineral predominante. O fator de enriquecimento e os dados estatísticos sinalizaram discrepâncias geoquímicas para o Pb, Sn, Cr, Ni, Cu e Na. Os Elementos Terras Raras identificados nos sedimentos apresentaram razão média de (La/Lu)N = 5,39 e intervalo de variação IQR (La/Lu)N de 2,46 à 8,41. Os sedimentos de corrente dos córregos da bacia de captação Faxinal expõem contaminação e efeito acumulativo por metais pesados provenientes da aplicação de fertilizantes e fungicidas, enquanto que o excesso de sódio nos sedimentos da bacia de captação Maestra são resultantes da descarga direta de esgoto doméstico no recurso hídrico.


Palavras-chave


Geoquímica ambiental; Contaminação; Chumbo; Sedimentos; Bacia hidrográfica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank