APLICAÇÃO DO MÉTODO WTF NO ESTUDO DA VARIABILIDADE DA RECARGA EM AQUÍFERO URBANO

CAMILA ANGÉLICA BAUM, MALVA ANDREA MANCUSO, RAFAEL RENATO FRITZEN

Resumo


A expansão dos espaços urbanos causa diversos impactos ao meio ambiente, sendo a alteração da recarga de aquíferos um dos componentes hidrológicos mais afetados. Apesar do aporte de recarga por fontes não contínuas, como vazamentos de águas de abastecimento e esgoto, a impermeabilização provoca diminuição das áreas permeáveis, dificultando a infiltração das águas pluviais. O presente trabalho visa estimar a recarga direta (reserva reguladora) de origem natural em área urbana e avaliar sua variabilidade espacial, utilizando como estudo de caso a cidade de Frederico Westphalen. A estimação da recarga foi realizada para o período de um ano, por meio da aplicação do método WTF, utilizando dados de monitoramento pluviométrico e o monitoramento hidrogeológico, realizado com periodicidade mensal em treze poços localizados em lotes urbanos. A recarga total estimada na área foi de aproximadamente 283,58 mm/ano, correspondendo a 11,57% da precipitação total (2.450 mm), sendo observado que, quanto maior a espessura da camada não saturada, maior a taxa de recarga quantificada. Os resultados apresentados fornecem subsídios para a gestão das águas.


Palavras-chave


Recarga; Águas Subterrâneas; Método WTF; Aquífero Urbano.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank