PETROGRAFIA, QUÍMICA MINERAL E GEOTERMOBAROMETRIA DE METAPELITO DO GRUPO CARRANCAS NA NAPPE DE LUMINÁRIAS (MG)

REGIANE ANDRADE FUMES, GEORGE LUIZ LUVIZOTTO, RENATO MORAES, EDSON RICARDO MAIA FERRAZ

Resumo


A Nappe Luminárias corresponde à estrutura alongada de orientação NNE-SSW, situada na porção sul do Orógeno Brasília, de idade neoproterozoica, na borda sul do Cráton do São Francisco. Tal estrutura é composta por metapelitos e quartzitos do Grupo Carrancas. O presente trabalho foca na caracterização metamórfica das suas rochas e utiliza petrografia, química mineral e geotermobarometria. A paragênese observada na porção norte é Chl+St+Ky+Rt+Qtz+Ms; na porção centro norte é St+Grt+Bt+Rt+Qtz+Ms e na porção sul é Grt+Ky+St+Rt+Qtz+Ms. Clorita retrometamórfica é observada no centro-norte e sul e biotita retrometamórfica é observada no sul. As condições do pico metamórfico obtidas pelo método average PT do THERMOCALC na porção centro-norte são de 570 ±67 ˚C e 9,4 ±1,9 kbar e na porção sul 609 ±63 ˚C e 11,4 ±3,9 kbar. Os resultados indicam a presença de gradiente metamórfico com condições que variam de fácies anfibolito inferior na porção norte e centro-norte a fácies anfibolito médio, na porção sul, ambas de alta pressão.


Palavras-chave


Average PT; Fácies anfibolito de alta pressão; Grupo Carrancas; Química mineral; THERMOCALC.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank