GEOTURISMO PALEONTOLÓGICO NO CENTRO HISTÓRICO DO RIO DE JANEIRO

Marco André Malmann MEDEIROS, Márcia Aparecida dos Reis POLCK

Resumo


Com o crescente aumento do geoturismo, roteiros geológicos com informações sobre rochas utilizadas nas fachadas de construções têm sido elaborados em vários lugares do mundo. O presente trabalho propõe um roteiro paleontológico, com base nos fósseis contidos nas rochas, presentes no revestimento e/ou piso de edifícios e monumentos do centro histórico da cidade do Rio de Janeiro, estabelecendo sua importância dentro de um contexto geológico, histórico e arquitetônico. Este roteiro paleontológico abrange nove pontos, iniciando pelo Chafariz do Mestre Valentim localizado na Praça XV de Novembro, e terminando na Igreja Nossa Senhora de Bonsucesso, situada no Largo da Misericórdia. Os fósseis identificados nas fachadas foram: estromatólitos, bivalves, bivalves rudistas radiolitídeos e caprinídeos, corais e esteiras algálicas e marcas de raízes contidas em calcário microbial. Além do cunho paleontológico, o presente trabalho também pode ser utilizado como recurso didático na divulgação e no ensino das geociências.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank